Seca provoca primeiro racionamento de água em Brasília

calor em brasíliaPara fugir do calor e da seca, homem molha o corpo na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.  EBC

Brasília começou a enfrentar em setembro seu primeiro esquema de racionamento de água por falta do recurso. Em um período aproximado de duas semanas, cinco regiões administrativas tiveram o fornecimento de água suspenso, o que afetou cerca de 600 mil pessoas.

O Distrito Federal é abastecido por dois diferentes esquemas: 85% da população têm água de dois reservatórios, o do Descoberto e o de Santa Maria; e os outros 15% e parte dos produtores agrícolas recebem o líquido diretamente de pelo menos cinco córregos. Esta última é a população afetada pelo rodízio de suspensão de água das últimas semanas. As áreas atingidas são as regiões administrativas de Sobradinho, Planaltina, Jardim Botânico, São Sebastião e Brazlândia.

As primeiras suspensões do abastecimento, sofridas por Brazlândia, não foram programadas, mas decorrentes da falta de água no córrego de origem devido a um período de estiagem maior que o comum na região. A partir disto, a Agência Reguladora de Água, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) fez um plano de contingenciamento.

“Os córregos do Distrito Federal, em geral, são de pequeno porte. muitos já secaram e outros estão com nível muito baixo. Então, começamos a ter problemas de atendimento da população destas cinco regiões administrativas. Essa população começou a ter interrupção no fornecimento porque a Caesb (Companhia de Abastecimento Ambiental do Distrito Federal) não podia ficar com as máquinas ligadas por falta de água. Às vezes porque o córrego estava baixo devido a falta de chuva, outras porque havia conflito entre os usuários”, explicou o diretor-presidente da Adasa, Paulo Salles.

Segundo o professor da Universidade de Brasília, Sérgio Koide, doutor em Recursos Hídricos, para situações de racionamento não acontecerem nesta região, o sistema deveria trabalhar com uma folga, ou seja, deveria estar ligado a mais fontes de água para os momentos de estiagem.

Desde julho a Adasa estuda estabelecer sobretaxa na tarifa para quem aumentar o consumo, como medida para evitar o colapso do sistema hídrico. Por enquanto, as medidas são acordos com o setor agrícola para se organizarem nos horários de captação, recomendações para que posto de lavagem de carro e caminhões-pipa reduzam o consumo e campanhas de conscientização para que a população não lave calçadas, fachadas de prédios, e tenha um consumo consciente.

Chuvas

De acordo com o especialista, é preciso economizar até que as chuvas venham o suficiente para encher os córregos. Nos últimos dois dias, choveu em vários pontos do Distrito Federal, mas não o suficiente para amenizar a escassez de água. “Se a gente conseguir fazer uma gestão razoável e a população diminuir o consumo, a gente vai conseguir chegar ao período das chuvas com o problema contornado. Porém, enquanto a gente não aumentar a produção, o problema vai continuar acontecendo. Estamos muito próximos do limite do sistema. O colapso vai acontecer sempre que tivermos uma época seca”.

A previsão era que quatro regiões sofreriam suspensão do abastecimento entre sexta-feira e a próxima segunda-feira (26), porém, com a queda de uma forte chuva na sexta-feira feira e com as medidas de economia, a Caesb cancelou as manobras de fechamento do abastecimento de água para as regiões de São Sebastião e Jardim Botânico. Já as regiões de Sobradinho e Planaltina começaram a apresentar pequenas melhorias, mas que ainda não permitem suspensão total das manobras técnicas e terão suspensões de abastecimento que durarão até às 23 horas até a segunda-feira.

Mudança de rotina

A comerciante de Sobradinho, Maria Ferreira, diz que em seu estabelecimento faltou água duas vezes durante a última semana. “Tem muitos anos que moro aqui e nunca vi faltar água desse jeito”, relatou. Segundo ela, a rotina do comércio teve que mudar. “Agora temos que deixar água no tambor. Quando falta água por uma noite ou um dia dá para se virar. A gente enche as garrafas da geladeira e se vira. Mais que isso, complica”.

Na creche de Jorge Cordeiro, também em Sobradinho, as crianças tiveram que ir para casa sem banho. “Quinta-feira não tivemos água o dia todo. Não pudemos dar banho nas crianças, porque aqui damos banho em todo mundo. Aqui tem 48 crianças. Inclusive, quando os pais vieram buscar as crianças explicamos que, infelizmente, não foi possível dar banho nelas porque demos prioridade à água para o pessoal beber. Hoje já teve água, mas semana passada também não teve banho”, contou Cordeiro.

Cláudia Maria também começou a adotar novos hábitos em casa com a falta de água. “Se for lavar roupa, a gente coloca um balde, coloca todas as águas de roupa ali no balde e com essa água dá para lavar o chão e dar descarga. Banho é só uma vez por dia, com os meninos pequenos é só unzinho e bem rápidão e, se não tiver água, tem que pegar nas canecas. Às vezes usamos a mesma água que lavamos a roupa para lavar outras roupas. Ai só na hora de enxaguar que usamos uma água mais limpa. Lavo a roupa branquinha, ai deixo a que solta mais tinta por último. Ai, depois tiro essa água, jogo no balde e aproveito para lavar a área”, explicou a dona de casa.

Para Paulo Salles, presidente da Adasa, não há motivo para a população se desesperar.”A situação é difícil, mas temos água e estamos fazendo todo possível para prolongar o uso dessa água. Temos duas formas de prolongar esse uso: chover ou reduzir o consumo. Estamos trabalhando para reduzir o consumo e essa é a grande mensagem”.

Por Victor Simão – DA REDAÇÃO AGÊNCIA BRASIL

STF autoriza apuração sobre delação que cita Temer e Aécio Neves

O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou apuração dos fatos narrados na delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado, um dos delatores da Operação Lava Jato, que cita o atual presidente da república, Michel Temer.

Machado diz em depoimento, ter conversado com Temer na Base Aérea de Brasília, em setembro de 2012. Na ocasião, segundo Machado, o então vice-presidnete pediu recursos para a campanha de Gabriel Chalita, então candidato à Prefeitura de São Paulo.

De acordo com o portal G1, o objetivo também é finalmente apurar a existência de um suposto acordo envolvendo parlamentares para barrar a operação. Além disso, na colaboração, Machado admitiu ter repassado propina a 28 políticos, que hoje integram oito partidos: PMDB, PT, PP, PC DO B, DEM, PSDB, PDT e PSB.

Segundo a delação de Machado, só para o PMDB, que teria apadrinhado a nomeação de Machado para a presidência da Transpetro, ele teria arrecadado R$ 100 milhões, segundo depoimento prestado ao Ministério Público.

Nas conversas, os políticos falam com Machado sobre como viabilizar um acordo para paralisar a Lava Jato. Renan Calheiros sugere, em uma das conversas, alterar a lei de delação premiada, acordos de leniência e execução provisória da pena.

Em nota enviada nesta sexta, a defesa do senador Romero Jucá afirmou que “delações premiadas irresponsáveis acabam comprometendo pessoas que não tem nada a ver com as investigações”.

Sérgio Machado também relatou uma suposta articulação, ocorrida em 1998, para eleger uma bancada de, pelo menos, 50 deputados federais para viabilizar a candidatura do senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), para a presidência da Câmara no ano de 2000. À época, Aécio era deputado federal e tentava a reeleição.

De acordo com o ex-dirigente da Transpetro, Aécio embolsou sozinho R$ 1 milhão dos R$ 7 milhões que foram arrecadados pelo esquema durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Na ocasião, Machado era líder do PSDB no Senado.

Por Victor Simão – DA REDAÇÃO NOTÍCIAS AO MINUTO

Eleição sem disputa: a campanha para prefeito em cidades com candidato único

MiraselvaEnquanto mais de 16 mil candidatos gastam a voz, sola de sapato e dinheiro em disputas pelo cargo de prefeito neste ano no Brasil, a situação é mais tranquila para postulantes em 97 cidades de 13 Estados, onde apenas uma pessoa concorre ao posto.

Em Miraselva, município de 1,8 mil habitantes no norte do Paraná, eleitores já se acostumaram ao marasmo nas eleições municipais. É o terceiro pleito consecutivo em que apenas um candidato tenta a prefeitura.

Quem concorre desta vez é Celso Antiveri (PSDB), que já comandou a cidade em duas oportunidades (2001-2004 e 2005-2008). O atual prefeito, João Carlos Ferrer (PTB), está no segundo mandato. Como a eleição do tucano é praticamente garantida, o município irá completar, ao fim do próximo mandato, 20 anos sob o comando de dois prefeitos do mesmo grupo político. Muitos eleitores reclamam da falta de opções.

Carlos Luiz Martins dos Santos, 53 anos, trabalhador rural desempregado que vive de diárias desde que foi dispensado de uma usina de cana-de-açúcar, disse que gostaria de poder escolher. “Não é interessante ter apenas um candidato”, afirmou, em conversa com a BBC Brasil na praça da cidade.

“Somos eleitores sem opções”, afirmou a comerciante Edneia Zanelato, 34, que trabalha em um bazar ao lado da prefeitura, que funciona em uma casa modesta e carente de reformas.

Confira a matéria completa no site da BBC

Por Victor Simão – DA REDAÇÃO BBC BRASIL

Petrolina-PE: Criminosos explodem carro-forte

carro-forte-petrolina1

Na última quinta-feira, 22, um carro-forte da empresa PRESERVE que transportava valores de Afrânio para Petrolina foi forçado a parar por bandidos que dispararam várias vezes contra o veículo e que seguiam em um carro de passeio.

Após parar os vigilantes que faziam a segurança do transporte abriram a porta e correram em direção à caatinga. No momento de pânico um segurança de 35 anos acabou ficando ferido e foi socorrido por civis que passavam na hora. Os criminosos conseguiram explodir o cofre do veículo e roubaram os malotes com o dinheiro.

A Polícia Militar foi acionada e ao chegar no local encontrou o veículo sendo consumido pelas chamas. O crime ocorreu nas proximidades do povoado Pau-Ferro, zona rural.

Por Victor Simão – DA REDAÇÃO SALGUEIRO NOTÍCIAS

Salgueiro-PE: Debate oficial aconteceu nessa quinta-feira pela Rádio Asa Branca AM

fundo_branco

Na noite de hoje, quarta-feira (22), aconteceu o debate oficial organizado pela Rádio Católica Asa Branca AM de Salgueiro, interior pernambucano.

O debate aconteceu na Casa Epitácio Alencar e tinha horário previsto para começar às 19h. No local, os candidatos Marcelo Sá (PSB), Clebel Cordeiro (PMDB) e Márcio Nemédio (PR) se enfrentaram entre perguntas, repostas, réplicas e tréplicas. O evento seguiu os passos de debates realizados em grandes emissoras de TV com o sorteio de temas, escolhidos previamente junto aos representantes das respectivas coligações participantes. Com as portas da Casa Epitácio Alencar (Câmara de Vereadores) fechadas o debate ia ser transmitido por telões colocados do lado de fora, porém o candidato da Frente Popular teve os cabos de transmissão do seu telão cortados, como consequências os outros candidatos também não puderam exibir as imagens nos seus telões.

Nosso administrador, Victor Simão, compareceu no local onde seria realizado o debate, porém após o amigo e parceiro de imprensa, Jotha Silveira (radialista) e sua esposa a também radialista, Nylza Santos, serem barrados por a falta de um crachá que deve ser fornecido pelos organizadores do debate o representante do Salgueiro Notícias nem tentou adentrar no recinto.

Ainda houveram alguns desentendimentos entre alguns militantes que acabou em duas brigas. Porém o policiamento do 8º BPM interviu e controlou os lados exaltados. O debate terminou pouco após às 21h.

“E quanto a quem venceu o debate? Você ELEITOR é quem decide. Analise bem as propostas e planos do seu candidato, não venda seu voto, e quando digitar o número do seu preferido na urna que seja de forma consciente.”

dsc05058

Por Victor Simão – DA REDAÇÃO SALGUEIRO NOTÍCIAS

Emprego: A empresa ISIS (iogurte) dispõem de uma vaga para promotora de vendas em Salgueiro-PE

Resultado de imagem para isis iogurte

A empresa Laticínio Belo Vale (ISIS), que comercializa iogurtes e derivados do leite na cidade de Salgueiro e na região está com uma vaga para Promotora de Vendas.

Rota: Salgueiro-PE/Cabrobó-PE

Requisitos: Tem de ser habilitada e possuir moto;

Formalidade: Carteira assinada;

Salário: R$ 880,00 + Ajuda de Custo para o Transporte + Cartão Alimentação;

A empresa ainda disponibiliza uma vaga para o mesmo cargo e com as mesmas condições de trabalho para a região de Araripina.

Mais informações falar com Carlos.

Contatos: (87) 98836-5975

(87) 99607-1185

ou pelo email: carloscolpo@gmail.com

Por Victor Simão – DA REDAÇÃO SALGUEIRO NOTÍCIAS

Jornalista da Globo recusa convite para ser porta-voz do Governo Temer

Jornalista da Globo recusa convite para ser porta-voz do Governo Temer

O jornalista da TV Globo Heraldo Pereira recusou convite para ocupar o cargo de porta-voz do governo de Michel Temer.

Comentarista do Jornal da Globo e apresentador esporádico do Jornal Nacional, ele concentraria a divulgação das informações do governo, caso tivesse aceitado o trabalho.
Seu nome foi o único aceito de forma unânime pela equipe do governo, segundo o portal Glamurama. Outro jornalista que vem sendo cogitado é Eduardo Oinegue, que já passou pelas revistas Veja e Exame.
Em pouco tempo de governo, o Planalto recuou em diversas ações que chegaram a ser anunciadas por ministros ou que simplesmente circularam como informações de bastidores pela imprensa. Na maioria das vezes, referente ao corte de benefícios sociais e trabalhistas.
A última declaração que causou polêmica foi feita pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que disse que a reforma trabalhista de Temer tinha a proposta de elevar para 12 horas diárias a jornada de trabalho. A informação foi negada no dia seguinte por pressão do Planalto, após uma péssima repercussão.
Brasil 247

Política: Nova pesquisa de intenções de voto será realizada em Salgueiro-PE

fundo_branco

O Instituto Opinião, com sede em Campina Grande-PB foi novamente contratado pelo blog Magno Martins para realizar uma nova pesquisa para intenções de voto na cidade de Salgueiro, interior de Pernambuco para o pleito deste ano.

Lembrando que o mesmo instituto já teve uma pesquisa encomendada para Salgueiro, veja. Essa segunda pesquisa será realizada hoje (quarta-feira), 21, e na quinta-feira, 22, em várias áreas da cidade e zona rural. Serão 350 formulários aplicados aos entrevistados.

Segundo o Blog do Magno Martins o intuito da pesquisa, assim como das outras (realizadas em outras cidades) é apenas oferecer informações com credibilidade aos seus leitores, através de uma nova pesquisa registrada e com isenção de opinião.

Por Victor Simão – DA REDAÇÃO SALGUEIRO NOTÍCIAS

Acidente próximo ao IF Sertão, em Salgueiro-PE: Matéria completa

14429358_508100439382076_1919794517_n                                             Imagens via WhatsApp/ Grupo Salgueiro Notícias

Na noite do último domingo, 18, um grave acidente acabou vitimando fatalmente uma pessoa na cidade de Salgueiro-PE. O fato ocorreu por volta das 19h na BR-232 próximo ao IF Sertão Campus Salgueiro. Este blog publicou uma matéria sobre o fato horas depois porém, não dispúnhamos de muitos detalhes, acompanhe.

Segundo informações o condutor de um veículo Fiat Uno de placa KGC-0437/Salgueiro-PE fez uma ultrapassagem indevida e um caminhão que vinha no sentido contrário para não colidir de fronte desviou e veio a tombar, com a “confusão” um motociclista natural de Verdejante-PE acabou colidindo fortemente na traseira do Uno, com o impacto o piloto acabou por parar dentro do porta-malas do veículo. O homem de 61 anos que conduzia a motocicleta foi levado com vida ao HR (Hospital Regional) de Salgueiro mas não resistiu aos ferimentos e veio a falecer, o motorista do carro fugiu sem prestar socorro.

Não nos foi informado sobre o estado de saúde do caminhoneiro.

14397294_508100442715409_621886061_n                                             Imagens via WhatsApp/ Grupo Salgueiro Notícias

Por Victor Simão – DA REDAÇÃO SALGUEIRO NOTÍCIAS

 

Ex-presidente da Andrade Gutierrez é condenado a 18 anos de prisão; vai cumprir pena em casa

Ex-presidente da Andrade Gutierrez Otávio Marques de Azevedo deixa o IML em Curitiba 20/06/2015. REUTERS/Rodolfo Buhrer

O ex-presidente da Andrade Gutierrez Otávio Marques de Azevedo foi condenado pela Justiça Federal do Rio de Janeiro a 18 anos de prisão pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e participação em organização criminosa devido ao envolvimento no esquema investigado pela operação Lava Jato.

Mas ele foi beneficiado com o regime domiciliar por ter firmado acordo de colaboração premiada.

O executivo foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por crimes relacionados a contratos da usina de Angra 3 investigados pela operação Radioatividade, desmembramento da Lava Jato, ao lado do ex-presidente da Eletronuclear Othon Luiz Pinheiro da Silva, que também já foi condenado pela Justiça Federal, assim como outros executivos.

Ao responder a embargos de declaração apresentados pela defesa de condenados, o juiz federal do Rio Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal, ampliou uma condenação inicial de 7 anos e 4 meses contra o executivo para 18 anos.

O cumprimento da pena será no regime fechado domiciliar com monitoramento eletrônico por um ano, progredindo na sequência para o regime semiaberto, uma vez que Azevedo “cumpriu todas condicionantes” do acordo de delação premiada, sendo por isso merecedor dos benefícios acertados na colaboração, disse o magistrado na sentença.

Também foi condenado o ex-presidente da Andrade Gutierrez Energia Flávio David Barra, que recebeu pena de 15 anos de prisão, também em regime domiciliar devido ao acordo de delação premiada firmado com as autoridades.

As investigações da Lava Jato envolvendo a Eletronuclear, uma subsidiária da Eletrobras ELET6.SA, começaram no Paraná como parte dos inquéritos sobre o esquema de corrupção na Petrobras (PETR4.SA: Cotações) investigado pela operação Lava Jato, mas foram transferidas para o Rio de Janeiro por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo as investigações do Ministério Público Federal e da Polícia Federal, foi formado um cartel nas licitações de serviços de montagem da usina com envolvimento das empreiteiras Andrade Gutierrez e Engevix, que pago propinas.

Procuradas, a assessoria de Otávio Marques de Azevedo e a empreiteira Andrade Gutierrez disseram que não vão se posicionar sobre a questão.

Por Victor Simão –  DA REDAÇÃO REUTERS BRASIL