Grupo pró-Estado Islâmico utiliza imagem de Messi e Neymar em mensagem de ameaça

Uma montagem no formato de pôster foi divulgada por um grupo pró-Estado Islâmico para ameaçar a segurança da Copa do Mundo de 2018, que será sediada na Rússia. Na imagem, tornada pública pelo Intelligence Group e compartilhada pelo YJC, Lionel Messi aparece executado e Neymar sob o domínio de um jihadista.

“Vocês não desfrutarão de segurança enquanto nós não a temos nos países muçulmanos”, é a frase que acompanha a aterrorizante publicação.

Outros cartazes em ameaça à Copa do Mundo foram publicados anteriormente. No início da semana, o Wafa Media Foundation, porta-voz do ISIS, já havia feito uma montagem utilizando a imagem de Messi, com a seguinte frase: “Você está lutando contra um estado que não possui a palavra ‘fracasso’ em seu dicionário”. Em outra oportunidade, foi o técnico da seleção francesa, Didier Deschamps, que apareceu sob tal tipo de ameaça.

DA REDAÇÃO GAZETA ESPORTIVA


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *