Espaço do Leitor: Até quando não vamos dispor de um Hospital Veterinário?

A nossa redação recebeu no último dia (10), quarta-feira, a mensagem da leitora Marcia Ferreira Alves, indagando sobre a necessidade de um Hospital Veterinário na cidade de Salgueiro. Confira abaixo a mensagem:
Olá Bom dia! Quando Salgueiro irá ter, como nossa vizinha Serra Talhada, um hospital Veterinário? Para que os animais de rua parem de procriar aos montes na cidade? Porque isso é caso de saúde pública A cidade de salgueiro está cheia de animais maltrapilhos negligenciados pela prefeitura É triste andar no centro e nas ruas e ver essa tristeza. Estamos no aguardo de políticas públicas para animais de rua!
Não é de hoje que se reclama do quantitativo de animais soltos pelas ruas da cidade. Além deste, outros blogs já publicou várias matérias sobre o assunto alertando as autoridades. Diante das cobranças a prefeitura implantou projetos para tentar sanar o problema porém é notável a persistência do mesmo.  A população faz o caos e infelizmente é dever do poder público concertar as coisas. A falta de responsabilidade dos proprietários de animais domésticos acaba colocando em risco terceiros, que podem estar sujeitos a ataques e transmissão de doenças dos animais abandonados.

Opinião de quem está por dentro

Pedimos ajuda ao acadêmico em Medicina Veterinária pela UFCG, Deivyson Barros, e o mesmo nos mandou o texto a seguir:
Os animais assim como os seres humanos são seres sencientes. O conceito dessa palavra se refere a capacidade dos seres em sentir sensações e sentimentos de forma consciente. Assim como os seres humanos, os animais também adoecem, mas a diferença é que em muitas das vezes aquele estado de saúde do animal é negligenciado pelos animais pensantes.

Mal sabe a população que a saúde do animal que está sob sua custódia é de sua total responsabilidade, portanto o tutor do animal deve dar as mínimas condições possíveis para que o animal esteja livre de dor, desconforto, sofrimento, doenças e entre outras coisas as quais não desejamos submeter um filho nosso.

Porém, diante dessas informações, uma pessoa curiosa faria o questionamento: e os animais de rua, é dever de quem cuidar?
Bem, é fácil! Os animais de rua são de responsabilidade dos órgãos públicos. Pois bem, cada cidade tem por obrigação ter um centro de apoio para esses animais. Essa informação é tão omitida que uma parcela da população não entendem a função de um Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) ou de um Hospital Veterinário (HV).

Como foi mencionado no início do texto, os animais também adoecem, entre as doenças existem as zoonoses. O conceito dessa palavra é simples: Zoonoses são doenças de animais que acometem a saúde de humanos. Entre essas doenças temos a Raiva, Calazar (Leishmaniose), Leptospiroses, Chagas, Dengue e entre outras. Ou seja, repetindo mais uma vez, é do poder público a responsabilidade de prevenir e controlar essas e outras doenças da população humana e animal.

A cidade de Serra Talhada localizada no sertão do Pajeú já deu um largo passo a nossa frente e inaugurou recentemente o primeiro Hospital Veterinário totalmente público do estado de Pernambuco. Uma obra dessas é para deixar a população das cidades circunvizinhas com inveja sim!

Nas ruas de Salgueiro, um bom curioso não precisa de muito tempo para verificar que nossas ruas são tomadas de animais, muitos destes apresentam sinais visíveis de saúde debilitada. É vergonhoso, mas nossa cidade possui poucas ou nenhuma política para controle desses animais de Rua.

Uma conquista atual do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) para a população datada de 2011, foi a inclusão do profissional Médico Veterinário no Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF). Dessa forma o Médico Veterinário irá atuar junto a outros profissionais da saúde para realizar serviços de visitas domiciliares, possibilitando diagnóstico de risco e promovendo educação em saúde para a população.

Contudo vale salientar que a saúde e bem estar animal é de grande importância para a saúde pública, a qual é dever e obrigação do estado cumprir os requisitos básicos para manter. As medidas são simples, basta pressão popular, interesse dos órgãos públicos em combater o descaso dos animais de rua e por fim, basta a população saber que os animais assim com as pessoas tem seus direitos, merecem cuidados e o respeito devido.

Aguardamos agora respostas do poder público municipal para que seja esclarecido a leitora e a população o porquê da cidade de Salgueiro, uma das mais importantes do Sertão Central, não ter a disponibilidade de um Hospital Veterinário Público.

Por Victor Simão – DA REDAÇÃO SALGUEIRO NOTÍCIAS


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *