Errata: Jovem vítima de agressão no Divino não morreu, mas seu estado é gravissímo

A nossa redação publicou na madrugada de hoje (10), a informação de que um jovem conhecido como “Pidão” teria falecido após ser agredido brutalmente a pedradas e golpes de madeira na manhã de ontem (09) porém, nos  equivocamos e informamos que o jovem acabou morrendo devido a gravidade dos ferimentos, o que não aconteceu.

Segundo informações de uma funcionária do Hospital Regional de Salgueiro, Clebson não faleceu, mas ainda se encontra em estado gravíssimo na área vermelha da unidade de saúde, aguardando assim a estabilização do seu quadro clínico para uma possível transferência.

Entenda o caso

Por volta das 10h30 policiais militares foram acionados para atender a uma ocorrência de um possível homicídio no Bairro Divino Espírito Santo. Segundo relato de moradores, Clebson Pereira da Silva, 19 anos, mais conhecido como “Pidão”, foi atacado por dois jovens a golpes de madeira e de pedras, após os mesmos se envolverem em uma discussão por motivos fúteis.

Segundo informações do site Giro Sertão, os agressores foram identificados como sendo José Vitor da Silva, 18 anos, e Carlos Dias de Souza, residentes no mesmo bairro citado anteriormente. Os fatos expõem que após as agressões Clebson perdia muito sangue pela cabeça.

Os agentes da leis prestaram socorro a vítima que foi conduzida para o Hospital Regional Inácio de Sá, dando entrada na sala vermelha da unidade.

A 193° Delegacia de Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o crime.

 

Por Victor Simão – DA REDAÇÃO SALGUEIRO NOTÍCIAS


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *